Home

Refugiados urbanos

Não são refugiados em sua própria pátria as crianças e jovens que abandonam a família e seus laços afetivos para viver nas ruas? Como a sociedade e as políticas públicas podem colaborar para a reinserção familiar desses meninos e meninas?
Durante vinte anos, o Projeto Quixote empenhou cabeça, alma e coração no programa Refugiados Urbanos, com sede no centro do São Paulo, buscando atender a situação dramática de crianças e jovens vivendo nas ruas da cidade, na Cracolândia e outras regiões do centro.

Mais +
A vida é um game?

A redatora publicitária e roteirista Adriana Calabró venceu o Concurso João de Barro de Belo Horizonte com seu texto que sai agora pela Peirópolis, com ilustrações do mineiro Angelo Abu. Confira a entrevista com a autora.

Mais +
Poemas de brinquedo, os desafios de uma publicação transmídia

Álvaro Andrade Garcia apresenta o projeto editorial transmídia Poemas de Brinquedo durante ELO’17, Conferência da Electronic Literature Organization, com mesas, palestras, instalações e festival dedicado à literatura em meios eletrônicos, que aconteceu a na Universidade Fernando Pessoa, na cidade do Porto, em Portugal, entre os últimos dias 18 e 22 de julho.

Mais +
Arte mítica de Marlene Crespo chega a escolas e grandes exposições

Aos 85 anos, a artista plástica e também poeta Marlene Crespo, autora de “Curupira, o guardião da floresta”, comemora o diálogo de sua extensa obra com os diversos meios culturais atuais, pondo em relevo o universo mítico que compõe a identidade brasileira.

Mais +
Apetece-lhe Pessoa?

Peirópolis lança antologia poética para ler e ouvir organizada a quatro mãos e duas vozes pelo poeta português José Jorge Letria e a escritora brasileira Susana Ventura, especialista em literatura portuguesa.

Mais +
Macunaíma em quadrinhos vai para Bologna em 2017

Todo início de ano sai uma lista muito esperada de livros: é a seleção da FNLIJ de obras brasileiras para integrar o Catálogo de Bolonha, que apresenta ao mundo o melhor da produção editorial  para a criança e o jovem anualmente. O catálogo é lançado durante a Feira de Bolonha, a mais prestigiada do mundo do livro infantil e juvenil. Na edição deste ano, que será

Mais +
O mundo é realmente tão perigoso?

A escritora e psicanalista Tatiana Filinto lança seu terceiro livro infantojuvenil, Não falta nada, álbum ilustrado pelo artista plástico Visca.  O livro narra a história de um menino que cresce cercado de cuidados e faz lembrar que, muitas vezes, acreditando proteger os filhos dos “perigos” do mundo, os pais acabam por atropelar tempos, iniciativas e descobertas por parte das

Mais +
Entrevista com Gandhy Piorski

Em entrevista ao Instituto Alana, Gandhy Piorski fala sobre Brinquedos do chão: “O livro trata sobre a base fundamental de diálogos da criança com o mundo e inaugura uma reflexão sobre o comportamento imaginador da criança. É para todos que se interessam pela criança: pessoas da área da cultura que produzem obras para crianças, artistas, arquitetos que têm pensado ambientes para a infância, urbanistas, educadores que estão nas escolas.”

Mais +
Eve Ferretti e A menina que organizava

Leia a entrevista com Eve Ferretti, autora e ilustradora, com Fabiola Werlang, do álbum ilustrado que narra a história de uma menina que gostava de organizar, bordar, alinhavar e alinhar. Artista do non sense, Eve produz imagens que organizam e ajudam a dar sentido a aspectos do comportamento humano.

Mais +
Ouça entrevista sobre Poemas de Brinquedo

Álvaro Andrade Garcia fala sobre Poemas de Brinquedo, na Rádio UFMG e convida para o “arrastão semiótico”, lançamento do livro transmídia com participação de Ricardo Aleixo.

Mais +
Poemas de brinquedo, um projeto transmídia brincante

O livro transmídia (versões papel, Epub e App) reúne poemas concretos da obra do mineiro Álvaro Andrade Garcia, reinterpretados pelo próprio autor a partir de audiovisuais produzidos por ele e vocalizações do poeta performático Ricardo Aleixo.

Mais +
A Instrumentalina, de Lídia Jorge, embarca na Nuvem de Livros

Por Antonio Torres: “É tanta coisa que pode ser dita sobre este livro e sua autora que fica até difícil escolher por onde começar. Será que não basta dizer apenas que se trata de um biscoito fino de Lídia Jorge, logo, imperdível?”

Mais +
Facebook
Instagram