Clube de leitura ODS em língua portuguesa

O Clube de Leitura relacionado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU) foi lançado na Feira do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha, em 2019. Seu objetivo é usar os livros como ferramenta que incentiva crianças entre 6 e 12 anos a interagirem com os princípios dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, por meio de uma lista de livros de várias partes do mundo. Essas obras foram selecionadas de acordo com os 17 ODS, e estão disponíveis nas seis línguas oficiais da ONU: árabe, chinês, inglês, francês, russo e espanhol.

A Câmara Brasileira do Livro (CBL), a Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), seção brasileira da iBBY, e a Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições (FEBAB), uniram-se para realizar o processo seletivo de obras lançadas no Brasil que integrarão o Clube de Leitura ODS em Língua Portuguesa, com temáticas ligadas aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU).

Com o projeto, o Brasil passa a integrar um movimento global chamado SDG Book Club, desenvolvido pela ONU com o apoio da Associação Internacional de Editores (IPA). O objetivo é disseminar os conteúdos dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável para crianças e jovens entre 06 e 12 anos de todo o mundo por meio de livros e da literatura.

A relação de obras brasileiras selecionadas será divulgada no website da Organização das Nações Unidas, junto às recomendações de livros já disponíveis e publicados nas seis línguas oficiais da ONU: árabe, chinês, inglês, francês, russo e espanhol.

O lançamento do Clube de Leitura em Língua Portuguesa está previsto para acontecer na Feira do Livro de Bolonha, em 2021.

Saiba mais em: https://clubedeleituraods.org.br/

 

Conheça os livros da Peirópolis, selecionados para o Clube de leitura ODS

A cadeira do rei, de Nelson Cruz, foi selecionado para a categoria 4 – Educação de qualidade.

Lá no meu quintal, de Gabriela Romeu e Marlene Peret, foi selecionado para a categoria 5 – Igualdade de gênero.

Ah… Nisso eu não tinha pensado!, de Ludovic Souliman, foi selecionado para a categoria 10 – Redução de desigualdades.

Terra de cabinha, de Gabriela Romeu, foi selecionado para a categoria 12 – Consumo e produção responsáveis.

Um canto para o rio, de Roberta Brangioni Fontes, foi selecionado para a categoria 12 – Consumo e produção responsáveis.

 

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com