O pintor debaixo do lava-loiças

Autor: Afonso Cruz

R$39,00

Esta história mistura fatos reais com a mais pura fantasia do escritor e artista multimeios português Afonso Cruz. O protagonista deste relato permeado de metáforas foi inspirado na vida dos avós do autor que, sim, esconderam um pintor judeu eslovaco que fugia do nazismo, embaixo da pia de sua casa.
Ao acompanhar a trajetória de Jozef Sors, Afonso Cruz constrói habilmente um novo romance de formação, investindo com fé e sensibilidade no poder transformador da literatura e possibilitando outros olhares sobre as relações entre o coletivo e o individual em meio ao ambiente de conflito e perseguição que marcou o século XX, com suas duas guerras mundiais.
Para oferecer mais autonomia de leitura, a editora preparou um glossário de palavras e expressões da língua portuguesa que têm uso diferente daquele a que estamos acostumados ou são pouco conhecidas no Brasil, além de alguns dados culturais.

ISBN: FIC-01-4000-- REF: 373 Categorias , , Tags: , , Product ID: 13082
Editora Editora Peirópolis
ISBN FIC-01-4000--
Código de Barras FIC014000
Data de Publicação 01/01/2016
Ano da Edição 2016
Dimensões 14 x 21 cm
Peso 0.21 kg
Páginas 180
Idioma Português
Classificação Livre para todas as idades.
Origem Brasil
Capa Brochura
Release
Impressões de Leitura
oitoO pintor (oito)O pintor (oito)O pintor - ilustra mioloPrefácio à edição brasileira

por Susana Ventura

O livro que você tem em mãos é de um artista português que se expressa de muitas formas e em diferentes suportes: ele ilustra, pinta, escreve e é também músico. Afonso Cruz tem o perfil de uma boa parte dos novos criadores de livros que interessam aos jovens nestes nossos tempos, porque o que ele tem a dizer não cabe numa só maneira de expressão.

Mas o que temos nós, vivendo no Brasil do século XXI, a ver com um pintor dormindo embaixo de uma pia no litoral de Portugal na década de 1940? Mais do que parece à primeira vista, porque O pintor debaixo do lava-loiças é um livro sobre um mundo em transformação – como, aliás, sempre se parece o mundo no tempo que nos toca viver nele.

As grandes mudanças que acontecem ao protagonista Jozef Sors começam nos anos imediatamente anteriores ao início da Primeira Guerra Mundial, num país não nomeado – que, pelas indicações do texto, fica no Leste Europeu.

Jozef, nascido em 1895, chega à idade adulta quando o conflito se inicia. São grandes as mudanças, externas a ele, mas também as modificações internas têm papel primordial na narrativa. A vida se mostra difícil, rica e variada para Sors, que se muda constantemente, levado por forças bem concretas: a guerra, o desamor, a perda daqueles que ama. Mas, dentro dessa realidade de deambulação, ele também realiza escolhas que o levam cada vez mais para longe do seu país de origem, dos seus próximos e de si mesmo. Até o momento em que tudo pode se reverter.

Esta obra é também uma versão juvenil do romance de formação, que é aquele que fala da jornada de um só indivíduo, homem ou mulher, levando-nos a refletir sobre o sentido daquela existência; e assim, por transferência, pensar sobre a nossa própria trajetória. Seguir os passos de Jozef Sors nos faz pensar na nossa própria caminhada, como os teóricos apontam que é o papel do romance desde que se tornou uma forma literária popular, por volta de 1850.

O que aconteceu à Europa nas primeiras décadas do século XX – duas grandes guerras mundiais – é a base sobre a qual se constrói a narrativa. Vale lembrar que as circunstâncias narradas em O pintor debaixo do lava-loiças mudaram a face do mundo em geral, desencadeando uma grande onda migratória. A imigração para os Estados Unidos da América, realizada por algumas das personagens, faz parte do mesmo movimento migratório que transformou a face do Brasil nas quatro primeiras décadas do século passado.

As migrações continuam hoje, são tema dos noticiários e notadas nas ruas das cidades grandes e médias do nosso país. Mudaram os nomes dos conflitos, mas quase nada mais é diferente. As pessoas continuam a se mover em fuga, em busca de melhores condições de vida, atrás da felicidade ou, mais concretamente, em busca de pessoas queridas que partiram do mesmo lugar em tempos diferentes e que, por isso, se perderam de vista.

A narrativa mostra com grande sensibilidade as tensões entre o coletivo a que todos estamos sujeitos, que compreende crises e conflitos, e o individual, no qual enfrentamos os mesmos dramas humanos século após século: compreender o mundo de um modo ou de outro, ter ou não a capacidade de enfrentar a vida de maneira corajosa, amar muitas vezes sem sermos amados.

Jozef Sors e sua grande jornada estão agora à sua espera. Você vai ao encontro deles?

Susana Ventura
Professora de Literatura de Língua Portuguesa e leitora apaixonada
Autores Afonso Cruz
Colaboradores Susana Ventura
Prefaciadores Susana Ventura
:: Prêmio FNLIJ Henriqueta Lisboa 2017 - categoria Literatura em Língua Portuguesa
:: Altamente Recomendável FNLIJ 2017 - Produção 2016 - categoria Literatura em Língua Portuguesa.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com