Conteúdo complementar (páginas internas)

Henriqueta Lisboa: cronologia
Mais +
Henriqueta Lisboa: entrevista a Angelo Oswaldo

ENTREVISTA A ANGELO OSWALDO DE ARAÚJO SANTOS (1968) Qual a sua posição em face ao panorama atual da literatura mineira? Na qualidade de vivente e ainda atuante nas letras – com alguns livros inéditos –, presumo que sou parte integrante desse panorama, naturalmente heterogêneo, devido à variedade dos componentes. Que eu saiba, não há problema

Mais +
Henriqueta Lisboa: recepção crítica

Comentários sobre a obra Pela profundeza do pensamento; pelo poder de captação do sentido íntimo de seres e coisas; pela economia verbal; pelo tratamento meticuloso oferecido à linguagem (a regra, hoje, é a concessão sem limites a tudo quanto é errado e até antipoético); pela severa compreensão da poesia e da arte de compô-la; pela

Mais +

Henriqueta Lisboa: sobre a infância

Henriqueta Lisboa: sobre a infância
Henriqueta Lisboa: sobre a infância

  HENRIQUETA LISBOA E A INFÂNCIA   “Entre as motivações mais persistentes ao meu espírito, figura o tema da loucura, esse país estranho cujos habitantes se entregam de corpo e alma à liberdade e ao sonho. Aproximei-me de seus redutos através dos seguintes poemas: “Floripa”, “Do louco”, “As Ilhas Aleutas”, “Canção do berço vazio”, “A

Mais +

120 anos de Henriqueta Lisboa

120 anos de Henriqueta Lisboa
120 anos de Henriqueta Lisboa

Em 2021 completam-se 120 anos do nascimento de Henriqueta Lisboa (1901-1985) e a Editora Peirópolis, em comemoração dessa data e em tributo à sua poesia, “esta maravilhosa deidade a que votei toda uma existência”, publica Henriqueta Lisboa – Obra completa: poesia, poesia traduzida e prosa, em três volumes, organizada por Reinaldo Marques e Wander Melo

Mais +

Henriqueta Lisboa e Guimarães Rosa

Henriqueta Lisboa e Guimarães Rosa
Henriqueta Lisboa e Guimarães Rosa

Henriqueta Lisboa dedicou-se também a uma atividade crítica consistente. “Na análise […] de obras, Henriqueta Lisboa ressalta o que os [os autores] fez artistas e onde, por isso, se realizaram humanos, como pessoalmente aspira realizar-se”, como afirma padre Lauro Palú e como fazem vislumbrar os seus textos em Convívio poético (1955), Vigília poética (1968) e

Mais +

Henriqueta Lisboa MENU

Henriqueta Lisboa MENU
Henriqueta Lisboa MENU

Bibliografia de e sobre Henriqueta Cronologia Recepção crítica Entrevista a Angelo Oswaldo Entrevista a Edla Van Steen Sobre a infância Poemas Correspondência Henriqueta e Gabriela Mistral Henriqueta e Guimarães Rosa Henriqueta e Mário de Andrade

Mais +
Henriqueta Lisboa: correspondência

Henriqueta Lisboa manteve rica e farta correspondência com escritores de sua época, como Mário de Andrade, Carlos Drummond de Andrade, Cecília Meireles, Gabriela Mistral, Alfonsina Storni, entre outros. Como diz Constância Lima Duarte, são cartas que “respiram vida literária e apontam para o relacionamento cordial que se criou entre eles. […] são verdadeiros pequenos ensaios

Mais +
Henriqueta Lisboa: poemas

Belo Horizonte bem querer Uma cidade se levanta do solo às nuvens. De atalhos parte para avenidas. Do caos se amolda à geometria: triângulos quadriláteros círculos. Uma cidade sobe dos prados para o lombo das serras. Destrói choupanas e constrói arranha-céus. Forma-se de colunas firmes e fúlgidos vidros de sol. Protege-se dos ventos e deixa

Mais +
Henriqueta Lisboa: entrevista a Edla Van Steen (1984)

ENTREVISTA A EDLA VAN STEEN (1984) Você se incomodaria de falar da sua infância em Lambari? Um de seus versos diz “e volta sempre a infância com suas íntimas, fundas amarguras”. A leitura total do poema explicaria o motivo dessa queixa: a morte de uma irmãzinha e a tristeza que invadiu a casa geralmente alegre

Mais +
Protegido: A Divina Comédia em HQ: Manual do professor

Não há resumo por ser um post protegido.

Ouça áudio com as brincadeiras cantadas

Ouça áudio com as brincadeiras cantadas por crianças da escola Fazendo Arte, de São Paulo, com apoio da educadora Maíra Simões.

Mais +

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com