Comunicação corporativa: "Obrigado, Van Gogh!"

Entrevista concedida pelo autor à TV Peirópolis:
Clique aqui.

A palavra de especialistas na área sobre o livro de Carlos Parente:

Obrigado, Van Gogh! foi prefaciado por Paulo Nassar, professor da Escola de Comunicações e Artes da USP (ECA/USP) e diretor-geral da Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje), autor de diversos títulos sobre o tema.

Os textos de orelha e capas, disponíveis a seguir, são de autoria de Mario Sergio Cortella, educador e professor-titular da PUC-SP, Roberto Duailibi, publicitário, e Herodoto Barbeiro, jornalista da CBN e da TV Cultura:

Mario Sergio Cortella:
Há inúmeras razões para agradecer a Vincent Van Gogh; sua genialidade, porém, não impediu que, vivo, tivesse vendido apenas um de seus estupendos quadros, exatamente O Vinhedo Vermelho; cometeu equívocos, adoeceu a si e a outros, um gênio inquieto, na fúria moldado e na depressão encerrado. Pois é no “vermelho” que Van Gogh enxerga, naquilo que precisa ser notado para além do óbvio, que Carlos Parente encontra o seu próprio desassossego, sem adoecer e nem se deixar levar pelo solipsismo. Decidiu repartir conosco algumas de suas vivências, as que deram certo, as que poderiam ter dado certo e as que deveriam ter dado certo. O faz de modo competente, eventualmente humorado, sempre reflexivo, jamais banal; não nos deixa esquecer da urgência de aperfeiçoarmos a nossa percepção e de elevar a comunicação a um estado de maior inteligência estratégica.”

Roberto Duailibi:
“Parente tem muita história para contar… e todas inspiradoras. Neste livro, ele chega a ser deliciosamente indiscreto, contando os bastidores da vida empresarial em grandes corporações. Parente proporcionou-me momentos de grande alegria e aprendizado.”

Herodoto Barbeiro:
“A comunicação corporativa ganhou, nos últimos anos, posição estratégica nas empresas e assumiu uma importância que não tinha no passado. A transparência, o mercado de ações de empresas comprometidas com a sustentabilidade, a cristalização da consciência do consumidor-cidadão exigiram das organizações uma dedicação especial para o sucesso do negócio. O avanço e a popularização da tecnologia de comunicação é outro atributo da sociedade contemporânea. O livro de Carlos Parente transita com descontração e conteúdo técnico pelo mundo corporativo, portanto, é necessário tanto para executivos seniores como para jovens trainees.”

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com