lesbian dating nc Northern Ireland free adult dating personals dallas Provincie Noord-Holland adult dating eu Region Limousin lesbian match dating Kanton Sankt Gallen ts adult dating Ostfold Fylke

Futuros possíveis: arte, museu e arquivos digitais

 

A Editora Peirópolis e a Edusp (Editora da Universidade de São Paulo) lançam, com apoio do Itaú Cultural e da FAPESP, a obra Futuros Possíveis – arte, museus e arquivos digitais/ Possible Futures – art, museus and digital archives. Trata-se do primeiro livro brasileiro dedicado à reflexão sobre a preservação da memória e da cultura digital, reunindo especialistas de renome internacional da área de conservação de arte digital e de digitalização de acervos. É também uma obra pioneira internacionalmente, já que nenhum livro até hoje contempla, em um só volume, um espectro tão amplo de questões.

Fruto de seminário realizado na USP em 2012, a obra, organizada por Giselle Beiguelman (FAU-USP) e Ana Gonçalves Magalhães (MAC-USP), conta com artigos de um time de experts nacionais e internacionais que abordam da preservação da arte “nativamente” digital aos processos de conservação de acervos digitalizados, passando pelas estéticas que emergem dos bancos de dados à nova complexidade política e cultural que nasce com a era dos “arquivistas amadores” e das grandes “corporações memorizadoras”, como o Google e o Facebook.

“Esta é uma das primeiras obras em todo o mundo a tratar do tema, e é a mais abrangente. Fazemos uma varredura de todas as questões envolvidas no campo da memória digital e da preservação da cultura digital”, explica Gisele. No ensaio de abertura, ela fala sobre a necessidade de repensar os formatos de memorização e os procedimentos de conservação/preservação. “Não se pode deixar de chamar atenção para o fato que a memória cultural hoje é também uma questão econômica e um serviço. Deveria, por isso, demandar algum tipo de código ético. Afinal, cada vez mais, as memórias pessoais e coletivas, públicas e privadas, são mediadas por instâncias corporativas. Instâncias essas que estão relacionadas não só à produção de equipamentos, mas também a grandes repositórios de imagens, textos e áudios que são descontinuados, quando deixam de ser um nicho de marketing conveniente”.

O livro traz textos de curadores de museus como o Whitney, o Reina Sofia e o SFMoMA, além de ensaios de críticos que vêm despontando no cenário internacional como Domenico Quaranta (Itália) e Jose Luis de Vicente (Espanha) e expoentes brasileiros, como Lucas Bambozzi, Gilbertto Prado e Daniela Hanns. São todos eles os autores das intrigantes reflexões sobre as novas dimensões culturais dos processos de produção documental no século 21.

Em uma edição bilíngue de 680 páginas, o livro está disponível em papel, e em e-book, nos formatos PDF e ePub.

Conheça aqui as biografias dos autores.

capa edição bilíngue (versão português)

capa edição bilíngue (versão português)

Capa edição bilíngue (versão inglês)

Capa edição bilíngue (versão inglês)

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com