“Mobimento” aborda fenômeno mobile em lançamento na Bienal

A União Internacional de Telecomunicações considera que o celular é a tecnologia mais rapidamente adotada de toda a história em todo o mundo – hoje, há quase 4 bilhões de unidades em uso, o que equivale a mais da metade da população do planeta. E o acesso à Internet com o aparelho está cada vez maior. Com essa premissa, o jornalista Wagner Merije escreveu o livro Mobimento – Educação e Comunicação Mobile. A obra será um dos destaques da Editora Peirópolis durante a 22ª Bienal Internacional do Livro, que ocorre de 9 a 19 de agosto no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo.

O autor traz reflexões sobre a mobilidade, construção interativa de conhecimento e da apropriação dos celulares como ferramentas pedagógica – dezenas de ideias são apresentadas para potencializar o uso do telefone e gerar novos conhecimentos. “A intenção é sensibilizar para as possibilidades educativas que o celular pode trazer. O conteúdo é mais importante que o acabamento do trabalho”, explica.

Wagner Merije não acredita em proibições a celulares feitas por muitas instituições de ensino e propõe aliar a tecnologia à educação como forma de agregar qualidade aos conteúdos desenvolvidos na escola. Fornece informações, dicas e projetos de incentivo ao uso do celular de forma crítica e consciente e compartilha experiências nessa área.

Um dos capítulos do livro apresenta um pouco do projeto Minha Vida Móbile – MVMOB –, que vem sendo desenvolvido desde 2005. Compartilhar as experiências adquiridas com a integração do celular à educação, vivenciadas no projeto, fornece aos educadores e interessados no assunto um importante material de aplicações concretas que levam os estudantes a desenvolverem, de maneira prazerosa e envolvente, habilidades essenciais como interpretação, síntese, criticidade, organização, autonomia, criatividade, entre outras.
Mobimento compartilha estas práticas e é dirigido a educadores, estudantes e interessados no universo mobile, tecnológico e de comunicação. Os temas específicos abordados incluem Convergência e Mobilidade, Cultura Mobile no Brasil e no Mundo, Educação Móvel, O papel do Educador na Era Digital, Minha Vida Mobile – MVMob, Cidadania Mobile: Sustentabilidade, Saúde, Meio Ambiente e Ética.

Merije estará presente na Bienal Internacional do Livro no dia 17 de agosto, às 17h, no estande da Secretaria Municipal de Educação, onde se juntará a Carlos Alberto de Lima,coordenador do programa ‘Nas ondas da rádio’ da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, para um bate-papo sobre educação, mobilidade e geração mobile. Em seguida, às 18h, ele realiza uma sessão de autógrafos no estande da Editora Peirópolis.

SERVIÇO:

22ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo
Bate–papo sobre educação, mobilidade e geração mobile com o autor Wagner Merije e o Carlos Alberto de Lima, coordenador do programa Nas ondas da rádio da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo.
Quando: 17 de agosto
Onde: Estande da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo
Horário: às 17h
Endereço: Rua J / Estande 30

Sessão de autógrafos com Wagner Merije
Quando: 17 de agosto
Onde: Estande da Editora Peirópolis
Horário: às 18h
Endereço: Estande da Editora Peirópolis – Rua M / Estande 52

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com