Peirópolis lança tradução em português de Imaginary futures, de Richard Barbrook

Futuros imaginários – Das máquinas pensantes à aldeia global, de Richard Barbrook, é o mais novo título da linha editorial dedicada às novas mídias da Peirópolis. A obra, vencedora do Prêmio Marshall McLuhan de Ecologia de Mídias 2008, foi proposta e traduzida por integrantes do Des).(centro.

Sobre o autor

Richard Barbrook é professor, pesquisador e conferencista do curso de Hipermídia da Universidade de Westminster (Londres, Reino Unido). Autor de influentes ensaios sobre o confronto entre comércio e cooperação dentro da Internet, incluindo “A economia da dádiva da alta tecnologia”, “Cibercomunismo”, “A regulação da liberdade” e, com Andy Cameron, “A ideologia californiana”. (Mais sobre ele em sua biografia neste site.)

Sobre o livro

Em Futuros Imaginários ? Das máquinas pensantes à aldeia global, Barbrook apresenta uma acurada análise do desenvolvimento das tecnologias cibernéticas de um ponto de vista pouco explorado: o político. O autor reflete sobre o desenvolvimento tecnológico levando em consideração suas motivações políticas e objetivos econômicos, como também a sua repercussão social no momento histórico da evolução da comunicação de massas.

Barbrook toma como ponto de partida de sua vasta pesquisa a Feira Mundial de Nova York de 1964, evento que apresentou ao mundo um cenário futurista promissor, jamais concretizado. Ao acessar suas próprias memórias ? as memórias de um garoto de seis anos que esteve visitando a feira com sua família, cujo pai era um grande entusiasta do ideário norte-americano ali propagado ?, ele injeta uma boa dose de ironia em sua análise, relembrando as promessas de um futuro imaginário no qual robôs lavariam as louças e iriam trabalhar por nós, enquanto faríamos turismo a bordo de maravilhosos foguetes espaciais. Com os Estados Unidos na vanguarda dessas promessas, na verdade embalagens atraentes para investimentos bélicos, Barbrook mostra como forças ideológicas juntaram-se para desenvolver novas tecnologias da informação durante a era da Guerra Fria e como o que foi criado moldou historicamente a Internet moderna, com conseqüências políticas intencionadas.

Da Feira de Nova York aos dias de hoje, Barbrook percorre um longo caminho, em que destrincha para o leitor cada passo do desenvolvimento tecnológico, assim como apresenta seus precursores e responsáveis por conceitos hoje tão populares como “cibernética” e “aldeia global”: cientistas e pensadores que transitaram pelas vias velozes da informação e da cibernética, assim como o momento histórico, o pensamento político e todo o contexto mundial em que eles estavam inseridos. O que os levaram a desenvolver suas pesquisas? A quais interesses estavam ligados? Quais eram as suas motivações? Em que acreditavam? Tudo isso o autor nos apresenta, desvelando as ações humanas por trás de conceitos científicos supostamente “neutros”, “imparciais”.

Futuros imaginários é uma obra única pela abordagem escolhida e também pela forma como ela é realizada: o autor alia, à postura rigorosa do especialista, a postura política radical e ao mesmo tempo absolutamente renovadora, abrindo picadas para todos os que não se conformam com o divórcio entre tecnologia e política. Barbrook desafia as novas gerações a apropriarem-se do poder da Internet, a resistir à política do status quo e a utilizar a ferramenta política mais poderosa do mundo para dar forma ao seu próprio destino. Sua mensagem: se nós não queremos que o futuro seja o que ele costumava ser, precisamos inventar o nosso próprio futuro, verdadeiramente revolucionário.

A edição brasileira

A edição brasileira da obra traz, como material adicional:

1. nota do grupo tradutor, esclarecendo o significado do processo colaborativo de tradução;
2. texto de apresentação do Descentro;
3. prefácio de Wanderlynne Selva, integrante do grupo A Classe do Novo;
4. apresentação do livro por Vitória Mário, integrante do grupo A Classe do Novo;
5. introdução à edição brasileira, escrita por Richard Barbrook;
6. Acréscimo de todas as obras encontradas em português entre as que o autor cita em suas referências bibliográficas, resultado de grande pesquisa feita pelos tradutores.

Sobre o grupo tradutor: A Classe do Novo

A tradução de Imaginary Futures foi realizada por A Classe do Novo, grupo de pesquisas e ações baseadas nos conceitos de mídia tática, cultura digital e flexibilização da propriedade intelectual e nas elaborações de Richard Barbrook, com quem mantém férteis relações de cooperação. Ao grupo, o autor doou integralmente seus direitos autorais, para que os integrantes possam realizar ações sintonizadas com os ideais e objetivos que embasam seus trabalhos.

Essa sintonia expressa-se também na forma de edição deste livro: editado de acordo com os princípios do software livre, que permitem a reprodução livre de todo o seu conteúdo, Futuros imaginários encontra-se disponível neste link: trezentos.blog.br.

A Classe do Novo é formada por Adriana Veloso, Alexandre Freire, Elisa Tkatschuk, Giuliano Djahjah Bonorandi, Guilherme Soares, José Balbino, Letícia Canelas, Lúcio de Araújo, Paulo José Lara, Ricardo Ruiz, Rose Marie Santini, Simone Bittencourt, Tatiana Wells, Thiago Novaes e Wanderllyne Selva. De sua fundação participou também Ricardo Rosas, falecido recentemente.

Em seguida, estão disponíveis o sumário, os textos de orelhas assinados por Pablo Ortellado e Sérgio Amadeu da Silveira e o texto da quarta capa assinado por Wanderlynne Selva, do grupo tradutor.
Mais
informações no site do livro criado pelo Descentro: futurosimaginarios.midiatatica.info

Sumário:

01 – O futuro é o que sempre foi
02 – O século estadunidense
03 – A computação da Guerra Fria
04 – A máquina humana
05 – Supremacia cibernética
06 – A aldeia global
07 – A esquerda da Guerra Fria
08 – Os poucos escolhidos
09 – Trabalhadores livres na sociedade afluente
10 – Os profetas do pós-industrialismo
11 – A estrada estadunidense para a aldeia global
12 – O líder do mundo livre
13 – O grande jogo
14 – A invasão estadunidense do Vietnã
15 – Aqueles que esquecem o futuro estão condenados a repeti-lo
Referências bibliográficas

Orelhas

Futuros imaginários narra os caminhos e desvios das utopias tecnológicas que anunciam o advento da sociedade da informação e da nova economia. Neste instigante ensaio, vemos a tecnologia da informação sendo abraçada sucessivamente (e às vezes simultaneamente) por ativistas da nova esquerda, liberais e conservadores de diversos matizes, tecnólogos, comunicólogos e comunitaristas da contracultura. Oscilando entre a promessa de uma economia cooperativa baseada na abundância e na criatividade e a renovação da competição mercantil e do empreendedorismo empresarial, Futuros Imaginários é um passeio pelo confuso mapa das promessas não-cumpridas de um futuro redimido pela tecnologia.

Pablo Ortellado

O futuro está sendo construído no contraponto de tendências da sociedade de controle e das forças de impulso nômades que povoam a rede e oferecem múltiplas resistências, do movimento do software livre às redes P2P. De certo modo, Barbrook lança-nos com sua navegação perspicaz neste oceano profundo e revolto.

Sergio Amadeu da Silveira

Quarta capa:

Mais do que uma análise do futuro do passado, Barbrook nos alerta sobre um futuro do presente. E nesse presente, em que despontam mísseis camuflados de estéticas e dispositivos de dominação travestidos de interatividade ? que sobrevivem pela ausência da crítica e leniência da política ?, Futuros imaginários coloca uma pergunta central: Devemos deixar o futuro para depois, em modo de espera das suas promessas, ou presentear o futuro com a imaginação da realidade que deve ser vivida já?

Wanderlynne Selva e A Classe do Novo

 

Rota de lançamentos

Barbrook no Rio de Janeiro: 16/04

Evento: Seminário Internacional “Informação, Poder e Política”.
Quando: Dia 16/04, às 13h30.
Onde: Companhia de Pesquisa em Recursos Minerais – CPRM – Av. Pasteur, 404 ? 4º. Andar. Urca, Rio de Janeiro.
Programação completa e realizadores: clique aqui.

Evento: Cibersalão Rio.
Debate: “Participação, vigilância e os futuros da rede”. Com Richard Barbrook. Debatedores: Henrique Antoun, Fernanda Bruno e Geert Lovink. Realização do Pontão de Cultura da ECO (Escola de Comunicação da UFRJ) e Descentro.
Quando: Dia 16/04, quinta-feira, às 18h30.
Onde: Auditório da CPM – Escola de Comunicação da UFRJ. Av. Pasteur, 71 – Urca. Rio de Janeiro / RJ.
Para conhecer a proposta do Cibersalão, clique no site cibersalao.midiatatica.info

Barbrook em São Paulo: 22 e 23/04

Palestra: “Futuros Imaginários”
Quando: Dia 22/04, às 14h.
Onde: ESPM ? Escola Superior de Propaganda e Marketing / Auditório Castelo Branco – R. Dr. Álvaro Alvim, 123 ? V. Mariana / São Paulo/SP.

Palestra: “A economia da dádiva high-tech dez anos depois – Da dádiva à gratuidade nos novos modelos de negócio”
Quando: Dia 23/04, às 19hs.
Onde: Sala A1 do prédio FEA 1 – Av. Prof. Luciano Gualberto, 908 São Paulo/SP.

Barbrook em Campinas: 24/04

Debate: “Controle, gratuidade e apropriação”. Com Richard Barbrook, Sérgio Amadeu (Cásper-Líbero/SP), Pablo Ortellado (G-Popai/USP Leste), Chico Caminati (CTEME-IFCH/Unicamp) e Thiago Novaes (Descentro e UFCH/Unicamp). Após o debate, coquetel e sessão de autógrafos com o Barbrook.
Transmissão: Haverá transmissão pela 105,7 FM e pelo canal 7 do VHF.
Quando: dia 24/04, sexta-feira, às 17h.
Onde: Unicamp – Auditório do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Barbrook em Belo Horizonte: 29/04

Palestra e lançamento: “Futuros Imaginários ? Das máquinas pensantes à aldeia global”
Quando: dia 29 de abril, às 9hs
Onde: IEC – Instituto de Educação Continuada da PUC Minas –
End.: Av. Brasil, 2023 / 6º. Andar – Praça da Liberdade – Belo Horizonte
Informações: (31) 3238-5656

Sessão de autógrafos e demonstração do “jogo de guerra” de Guy Debord: com Richard Barbrook.
Quando: dia 29 de abril, às 19hs
Onde: Café com Letras. End.: Rua Antônio de Albuquerque, 781 ? Savassi ? Belo Horizonte. Informações: (31) 3225-9973.

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com