Uma só Giza, um só mundo, tudo junto, Gizamundo

CONVITEGIZAMUNDO 22.08A Peirópolis lança a obra juvenil Gizamundo, do psiquiatra e poeta Auro Lescher e do educador Demis Sànchez, com ilustrações do grafiteiro Otavio Fabro (Ota). Resultado das oficinas do Projeto Formação Quixote de Educadores para o Mundo do Trabalho, o livro mergulha nas angústias, desafios e alegrias da jovem Giza. Em prosa e verso, a vida da moradora da periferia de São Paulo vai sendo desenhada. O primeiro emprego, com suas exigências, regras e etiquetas, compõe um novo mundo, trazendo consigo a esperança de um futuro promissor, que por vezes se choca com a dura realidade dos afazeres domésticos, do cuidado com os irmãos e a preocupação com a casa que alaga na primeira chuva mais forte.

“É um livro para inspirar reflexões em jovens de todas as idades, de 15, 20, 40 ou 50 anos. Às vezes a gente vive a vida como se fosse um script, uma fatalidade. Mas sempre é tempo de repensar, de reconfigurar. É como num dos versos, ao final do livro: Eu mato o destino, ou ele me mata”, destaca o psiquiatra e coordenador geral do Projeto Quixote, Auro Lescher.

Giza, personagem inspirada numa jovem do projeto, é como a maioria das meninas, uma sonhadora. Seus sonhos e conflitos são compartilhados com seu cachecol-raposa, que a acompanha por todo o canto, independente da estação do ano. Ele a aconselha e serve de aconchego nas horas mais difíceis. Em muitas ocasiões, a confronta, trazendo-a de volta à realidade.

Confiança, auto-estima, determinação, maturidade, trabalho, namoro, família e as relações sociais são alguns dos temas do dia dia de Giza, presentes na rotina de qualquer adolescente brasileiro que busca a primeira experiência no mundo profissional e que começa a trilhar o caminho rumo à vida adulta, cheia de responsabilidades e compromissos. “O mundo do trabalho expressa, de forma muito precisa, o desafio do caleidoscópio social brasileiro, feito de inclusão e exclusão. É num ambiente de desigualdades e competitividade que o jovem de todas as condições sociais vai adentrar, em busca de sustento, satisfação pessoal, desejo e alegria de viver, de fazer, de acontecer, de construir um pouco do mundo em que vive”, analisa Lescher.

Projeto Quixote – A organização social, sem fins lucrativos, atua na missão de transformar a história de crianças, jovens e famílias em complexas situações de risco, por meio da arte, educação e saúde. Oficinas artísticas e estratégias clínicas, pedagógicas e sociais, são desenvolvidas, tendo a criatividade, o afeto e a expressão como ferramentas de inclusão social. Desde 1996, foram atendidos mais de 7 mil crianças e jovens e formados cerca de 3 mil educadores. O Programa de Educação para o Trabalho é uma das iniciativas de atendimento às famílias. Conheça mais sobre o mundo de Giza em www.editorapeiropolis.com.br/gizamundo.

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com